5 de ago de 2013

O dia em que me tornei pai

Buenas noches pessoal !

Fui convidado pela Patricia, moderadora do Corujinha, para contribuir com minha, nem tanta, ilustre presença. Haha!
Sou pai da Manu, de 9 meses, e marido da Patricia. Bom, não sei explicar o sentimento que tive quando descobrimos que seríamos pais. No começo ficamos assustados, porque estávamos na faculdade e fomos pegos de surpresa. Mas depois do primeiro ultrassom ficamos apaixonados! Antigamente, quando ouvia alguém dizendo que amava os filhos, ou que faria tudo por eles não entendia que tipo de amor era esse ou que era algo da boca pra fora. Agora tanto entendo, quanto fico besta só de pensar que ajudei a gerar alguém tão linda como a Manoella. 

Ela não veio na melhor nem na pior hora, simplesmente veio na hora certa. Demorou pra entender isso mas agora sei que ela veio pra acrescentar, pra nos amar !
Bom, não sou muito bom em  contar algo mas espero que tenham gostado da minha curta, porém sincera postagem!

Vejo vocês essa semana.

Até lá !

Essa postagem faz parte da blogagem coletiva "O mundo sem as mulheres da Blogosfera"

4 comentários :

  1. Ah.. que fofo!
    Adorei: veio na hora certa.
    Quem espera pelo tempo perfeito nunca fará nada, muito menos filhos! heheh
    beijos
    Lele

    ResponderExcluir
  2. Que bonitinho! :)

    ser pai é isso, fazer parte do universo materno até nas blogagens... hehe

    Parabéns, sua mulher é uma privilegiada.

    Abraços

    Karin
    www.mamaeecia.com.br

    ResponderExcluir
  3. Muito fofo o depoimento. Quando um bebê chega de surpresa às vezes assusta, mas depois que nasce só traz felicidade.
    Beijos,
    Jamile
    Mãe para Mães
    www.maeparamaes.com
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  4. O máximo esse depoimento do papai!!! Que legal!

    www.mamaedefases.com.br

    ResponderExcluir