30 de abr de 2013

Chegam os filhos, vão-se os amigos... Será ?

Se eu tivesse lido essa frase na minha primeira gravidez, eu diria que ela é falsa! Engravidei na época de escola, e conforme a barriga crescia, mais amigos eu fazia e mais a atenção eu chamava na escola e quando a Carol nasceu, não foi diferente... Ter a Carol como filha nunca foi empecilho para nada, nem para ter amigos ou em relacionamentos, enfim, ela sempre foi querida por todos e nunca deixei de fazer nada pelo fato de ser mãe, perdi uma fase de badalação com as amigas nos primeiros anos dela, mais depois comecei a trabalhar e aumentei meu circulo de amizades, ainda mais quando comecei a trabalhar com feiras e eventos, me tornei uma pessoa muito baladeira ( graças a Deus minha mãe cuidava da Carol na minha ausência, e como ela não acordava de madrugada, não dava trabalho algum!) e rodeada de amigos!
O tempo foi passando e cada um foi seguindo sua vida, mais nunca perdi o contato ou deixei de ver os que eu tinha um carinho especial, sou muito carente de amigos, e gosto de preservar para a vida toda uma amizade, se for verdadeira!

Mas com a gravidez da Manoella, quase todos os amigos que eu tinha se afastaram, e sem motivo aparente, apenas nunca mais fui procurada, sumiram os assuntos dos altos papos nas madrugadas, tive a impressão de ter deixado de ser querida e importante por pessoas que eu chamava de irmão (a)! De um grupo de " amigos - irmãos" sobraram duas apenas, que sei que podemos ficar anos sem se ver, sempre uma irá se preocupar com a outra, afinal são quase 15 anos de amizade, e são mães também!
E o engraçado foi que fiz  muitas amizades virtuais, com mães é claro, e preencheram um pouco esse vazio, e duas pessoas que eu pensei que seriam só colegas, se destacaram e se tornaram grandes amigos!

Dizem que os amigos se afastam porque não estamos mais tão disponíveis para sair, e os assuntos não são mais os mesmos...
Ok, deve ser um saco uma pessoa solteira e sem filhos conversar sobre bebês, mas quem disse que a amiga morreu depois que nasceu uma mãe?
Deixamos de ser as companheiras, cúmplices, conselheiras, engraçadas ou agradáveis a ponto de não conseguimos mais ser amigas? E aquelas promessas de "amigos para sempre" ou "estaremos juntos até jogando bingo velhinhos", e todo um passado junto de alegrias, somem da memória e de grandes amigos as pessoas se tornam conhecidas, apenas por uma delas ter tido um filho? 

Difícil entender as pessoas, mais difícil ainda é deixar bem claro que depois que viramos mães, muita coisa muda, claro, mas a nossa essência, nosso caráter continuam intactos, a mulher não morre depois que viramos mãe, muito menos a amiga!

E você, passou por isso também, ou é só uma fase de solidão pós filhos? O que mais mudou na sua vida depois dos filhos, que hoje você sente muita saudade ? 


28 de abr de 2013

1° Encontro Coruja

Eu sou nova na blogosfera, apesar das leituras diárias de muitos blogs, não conhecia nenhuma blogueira pessoalmente!
E um dos blogs no qual sigo no Instagram, o Kids Vitrine, organizou um encontro super bacana em um buffet em São Bernardo, e eu fui!
Queria muito ver a palestra do pediatra Cacá ( do espaço nascente), que eu admiro muito, mais me perdi pelo caminho, cheguei atrasada e deu tempo somente de participar dos sorteios (que não ganhei em nenhum), conhecer algumas marcas bacanas de roupas de bebês, papinhas, e acessórios, conhecer amigas virtuais  e algumas blogueiras dos blogs que leio, e minhas meninas se divertiram muito no espaço!


Preciso deixar registrado aqui o capricho em cada detalhe, foi tudo muito lindo! Parabéns aos organizadores!

26 de abr de 2013

Dicas de passeios para o final de semana !


Eu fico com a Manu o dia todo, e a Carol ( minha filha mais velha) fica na escola periodo integral, chega o final de semana, simplesmente não tenho vontade de sair por me sentir cansada, por estar na bad, e acabamos ficando todos os dias em casa, que eu já chamo de caverninha !
Para me incentivar a sair com minhas princesas, toda sexta vou publicar aqui dicas de passeios em SP, e quem sabe acabo incentivando outras mães a sair um pouco da caverna também!
Os dias estão passando rápido demais, não temos tempo de ficar presos em um mundo só nosso, o mundo lá fora é lindo, e vamos aproveitar !


Piquenique - Casa do Brincar
Praça Adolpho Bloch, Jardins.
Sábado, dia 27/04, das 10h às 12h - grátis. 
Um piquenique com oficina de circo, Contação de História, Bumba meu Boi (musicalização e vivência) e ciranda!
Vale a pena ir com as crianças e levar um lanchinho para compartilhar, e uma toalha para aproveitar melhor a permanência na praça !

Shantala para bebês - Sesc Vila Mariana
R. Pelotas, 141 - Vila Mariana
Domingo dia 28/04, das 11:30h às 12:00h - grátis.
A Shantala é uma técnica de massagem milenar indiana que propõe movimentos em sequencia de toques leves no bebê, gerando a prevenção de cólicas, melhorias na qualidade do sono e no sistema imunológico. Com Denise Gurgel, fisioterapeuta materno infantil, especialista em Shantala e consultora materna. Para pais e crianças até 3 anos.

Exposição Barbie Terras Distantes Shopping Eldorado
Avenida Rebouças, 3970
Até 05/05 no horário de funcionamento do shopping - grátis 
Para as meninas que são apaixonadas pela boneca, até dia 5 de maio tem exposição de mais de 200 bonecas com roupas tipicas de vários países do mundo!

Troca de livros - Casa das Rosas
Av. Paulista, 37 - Bela Vista 
27/04 - 14h às 17h - grátis 
Espaço aberto, que incentiva a mudança de hábitos de consumo, onde adultos e crianças podem se conhecer, conversar, compartilhar saberes e trocar livros, gibis e brinquedos.

15 de abr de 2013

6° Mesversário da Manu !

 Nossa, tá passando muito rápido!
 Metade de um ano, e tanto aprendizado, tantas transformações, em tão pouco tempo, e eu nem preciso dizer que a minha casa agora é festa o dia inteiro né ?!
Vontade de parar o tempo e curtir essa fase pra sempre! 

Desenvolvimento  Mensal

  • Manu adora se comunicar e chamar a atenção de todos! Já acorda com os gritinhos e durante o dia é  "dadá" o dia todo, e eu adoro ficar conversando com ela, e ver o quanto ela observa a minha boca, os tons da fala, certamente para aprender a fazer igual !
  • Tá sentando um pouco, ainda cai para os lados, mais logo faz força com a cabeça e eu entendo o recado, e sento ela novamente ! E quando vira de bruços fica se rastejando, e o mais engraçado, para trás ! 
  • Os banhos não podem mais ser em cima da cama, agora é a maior farra brincar com a água e molhar o quarto todo, está na hora de comprar brinquedos pra deixar a hora do banho mais divertida!
  • Se ela estiver brincando com algum brinquedo e eu tirar dela, ela grita, e chora até eu devolver para ela!
  • Comecei a oferecer papinha salgada, ela come super pouco, mas com muita paciência e amor, logo mais ela estará pedindo bis!


Felizes por mais um mês de descobertas !

9 de abr de 2013

Como driblar a depressão Pós Parto

Pra quem lê meu blog desde o inicio, acompanhou meu desabafo sobre a minha gravidez não ter sido um mar de rosas, passei boa parte depressiva, me fechando para o mundo e triste.
Para mim, assim que a Manu nascesse essa tristeza toda teria um fim !

Minha Manoella nasceu e eu me vi no paraíso, me sentia alegre, e até com a pele bonita, mais essa plenitude não durou muito, comecei a me estressar por dormir pouco, a me sentir feia com meu corpo, mudava de humor em menos de 10 minutos, perdia a vontade de fazer tudo, comecei a sentir falta da minha vida de antes e ver o namorado saindo pra trabalhar doía em mim! Meus dias passaram a ser intermináveis e eu só sabia chorar, me tornei uma namorada processiva e insegura, e quando minha filha começou a dormir bem de noite, eu comecei a ter insonia, e passei várias noites em claro, chorando ou imaginando coisas ruins...
Hoje minha filha está com 6 meses e eu estou bem melhor, ainda me bate uma tristeza sem motivo, mais agora sei que depende de mim ficar bem, para a alto estima, arrumei o cabelo, fiz uma reeducação alimentar e perdi todos os 25kg da gravidez, meu namorado fica com a Manu pra eu poder fazer minhas unhas, e para eu não ficar presa dentro de casa, fico procurando na internet eventos gratuitos onde mães e filhos podem se encontrar com as outras, para conversar, ir ao cinema, me sinto muito bem quando estou na rua!  Grupos no facebook também me ajudam muito, como me afastei de todos os amigos, fiz novas amizades nesses grupos de mães e vi que não sou a única que passa por isso, a maternidade é uma dadiva de Deus, mais não é 100% um mar de rosas, tem seu lado ruim sim, e isso meche muito com a cabeça de muitas mães, e mecheu muito com a minha ! Ter apoio, e compreensão nesse momento é tudo!
Então fica a dica para quem se sente triste:
  •  Se cuide, reserve um tempinho pra você, não deixe NUNCA morrer a mulher que existiu antes da mãe nascer!
  • Saia de casa, um parque, encontro com as amigas, tem até cinema para podermos ir com os nossos filhos e é uma delicia ! Sempre vou postar dicas aqui de passeios para as mães irem com os bebês, para ocupar um pouco a mente !
  • Converse com muitas mães, você não vai se sentir sozinha e vai ver que muitas mães sentem o mesmo que você, não se culpe por isso !
  • Ainda assim, se continuar a se sentir mal, perder o interesse pelas coisas que gosta... procure ajuda médica e não tenha vergonha, não sou menos mãe por me sentir depressiva, muito pelo contrário, minha filha é TUDO  de mais lindo e verdadeiro que tenho na vida !! 
  • E não dê ouvidos para o que a sociedade impõem, somos mulheres, passamos por muitas transformações, e temos nossos sentimentos !!

1 de abr de 2013

1° Páscoa da Manu !

Nesse feriado fomos para a casa da vovó paterna, e lá a Manu ganhou um ovo da Galinha Pintadinha e adorou! Sim, adorou brincar com o ovo, porque quem comeu tudinho foi a mamãe e o papai !
Depois que abrimos o ovo, a melhor brinquedo para a Manu foi e embalagem, porque o brinde era para maiores de 3 anos , e é impressionante como o mais simples chama mais a atenção, a Manu ficou encantada com a embalagem do ovo, depois foi brincar com uma fraldinha colorida ! E o brinde acabou ficando de lado !
E foi a primeira vez que a Manu provou o mamão, e comeu super bem !




Eu ainda não voltei ao trabalho e então sem grana pra poder comprar ovos para todos, resolvi eu mesma fazer ovos de colher para a sogra, sobrinhas, pra minha filhota, mãe e namorado... Bem mais econômico, e modéstia parte uma delicia ! Fica a dica para a próxima Páscoa, ovos gostosos feitos com amor e baratinhos !